Visitas no Presídio do Róger estão suspensas após rebelião

Armas e celulares foram apreendidos durante a rebelião
Estão suspensas, por tempo indeterminado, as visitas aos presos da Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega, o Presídio do Roger, em João Pessoa. Os detentos se envolveram em um tumulto, que danificou celas dos pavilhões 2, 3 e 4, no último sábado (3). De acordo com a direção da unidade, os presos das celas LGBT não teriam se envolvido na confusão e seguem com as visitas liberadas.  

“A visita está suspensa por tempo indeterminado até a gente conseguir reformar os locais atingidos. Os pavilhões 2, 3 e 4 estão muito danificados por dentro, grades foram arrancadas e paredes derrubadas”, explicou o diretor adjunto do presídio, José Mendonça Neto. 

Os presos foram divididos nas áreas menos danificadas dos pavilhões 2 e 4 e devem ser remanejados após a conclusão das reformas, que devem durar cerca de 10 dias. 

Ainda de acordo com a direção da unidade, os detentos se revoltaram durante uma revista de rotina que era realizada nos pavilhões. Pelo menos seis presos ficaram feridos durante a confusão, que teve início por volta das 15h do sábado. Eles foram encaminhados para o Hospital de Emergência e Trauma. Cinco detentos já receberam alta e retornaram ao presídio. O sexto detento ferido permanece em observação com estado clínico considerado regular.

Relacionadas

Destaques 5704584824358833002

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item