Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica alcança 372,2 mil emissões em 2014 na Paraíba

Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e)
Apesar de o calendário de obrigatoriedade começa a valer em 2016, a emissão da Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica (NFC-e), implantada em março de 2014, superou a marca de 100 milhões de emissões por 15 mil empresas do País até o fim de dezembro do ano passado. Na Paraíba o volume de encomendas do varejo e da indústria indicou aquecimento da atividade econômica em 2014, em contraponto com a desaceleração econômica verificada em âmbito nacional. 

Para Sidney Ferreira, da Sologica Sistemas, entre os principais benefícios para as empresas, estão a flexibilidade e a redução de custos. Com a NFC-e, é possível abrir frentes de caixa conforme o movimento de clientes, já que o mecanismo dispensa o uso de impressora fiscal, o que diminui os gastos consideravelmente. 

"O cidadão, além da compra simplificada, passa a contar com a facilidade de acesso aos documentos fiscais, que ficarão arquivados, de forma eletrônica, no site da Secretaria da Fazenda do seu estado. Isso também garante a autenticidade de sua transação comercial", explica Sidney.

Crescem emissões de Nota Fiscal ao Consumidor – O Núcleo de Análise e Planejamento de Documentos Fiscais da Receita Estadual divulgou o primeiro relatório de emissão da Nota Fiscal Eletrônica ao Consumidor (NFC-e). Na Paraíba, os estabelecimentos credenciados do varejo emitiram 372,2 mil NFC-e no mês de dezembro, volume 159% acima do mês de novembro (143,2 mil).

Relacionadas

Destaques 5125511816234170602

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item