Detran aciona justiça contra aplicativo usado para avisar motoristas sobre blitzes na PB

Aplicativo Waze
Para fugirem das blitzes da Lei Seca, motoristas na Paraíba vêm usando o Waze, aplicativo de trânsito e navegação baseado em comunidade, para indicar onde estão as barreiras feitas pela polícia. Os alertas são mostrados nos dispositivos dos usuários através de pequenos símbolos localizados no mapa.

De acordo com Ricardo Lima, da Divisão de Policiamento de Trânsito do Detran-PB, o aplicativo é uma boa ferramenta para o usuário, pois indica onde estão os congestionamentos e acidentes de trânsito. Mas, em relação às blitzes, "é um ato criminoso".

Judicialmente, Ricardo confirmou que o Detran já entrou com ações na justiça contra o aplicativo. "Além disso, os policiais entram no Waze para denunciar blitzes falsas. Dessa forma, burlamos o sistema", afirmou.

Em contato com o Portal da Zona Sul, a Agência de Comunicação do Waze no Brasil afirmou que o aplicativo não tem fins ilícitos, e que o aviso da presença de policiais em determinas áreas tinha como objetivo auxiliar os usuários, "pois a polícia está por lá monitorando, facilitando a segurança e auxiliando quem precisa".

Desde a criação, em 21 de setembro de 2012, a Operação Lei Seca aplicou 78.634 testes do bafômetro, com 5.513 flagrantes e 527 prisões por embriaguez ao volante. Só em 2014, foram aplicados 40.584 testes com 2.372 flagrantes e 132 prisões.

Ítalo Rômany


Relacionadas

Destaques 1472891218446938283

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item