Greve dos professores começa segunda e deve deixar 60 mil sem aulas

Assembleia geral do Sintem-JP
Os professores da rede municipal de ensino de João Pessoa decidiram hoje (11) à tarde, em assembleia geral na sede da Federação Espirita da Paraíba que reuniu 1,500 profissionais, vão entrar em greve por tempo indeterminado a partir desta segunda-feira. 

De acordo com o presidente do sindicato da categoria, Daniel de Assis, foi decidida também que os professores vão continuar com suas atividades paralisadas nesta quinta-feira (11), e sexta-feira (12). 

Os professores reivindicam um reajuste salarial de 16% retroativo a janeiro. Além disso, eles cobram mudanças no PCCR e que os benefícios sejam estendido ao pessoal inativo. 

A greve dos 8,500 professores e pessoal de apoio vai deixar 60 mil alunos das 95 escolas e 35 Creis fora das salas de aula.

Relacionadas

Destaques 5252213957400119629

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item