Professores de JP vão descumprir decisão judicial de voltar às aulas

Presidente do Sintem, Daniel de Assis
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município de João Pessoa (Sintem), Daniel de Assis, garantiu que os professores em greve na cidade não vão acatar a decisão judicial que determinou a volta às atividades e irão permanecer com as portas fechadas. 

Em entrevista nesta terça (31), o presidente afirmou que o embate já vem há mais de 20 dias e que eles ofereceram aceitar 16% de aumento, mas a prefeitura ficou em 10%. “Não tem por parte da prefeitura o aumento nessa proposta para analisar em assembleia”, diz. 

Para o presidente, a pauta não é só salarial, um dos itens sim é o reajuste salarial, mas também há o pleito das mudanças no Plano de Cargos Carreira e Remuneração, que vai valorizar o pessoal que sai para fazer mestrado, querendo tratar do Plano Municipal de Educação, trabalhar discussões nas escolas e também falar na infraestrutura do sistema de ensino como um todo, estrutura das escolas e capacitação dos professores. 

A próxima assembleia será realizada na segunda (6) no auditório da federação Espírita a partir das 15h.

Relacionadas

Destaques 7059579882255000612

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item