Acusado de matar jovem na porta de casa nos Bancários depõe em audiência

Audiência de instrução aconteceu no 2º Tribunal do Júri, em João Pessoa
(Foto: Walter Paparazzo)
A primeira audiência de instrução de Rafael Nunes, acusado de matar o jovem estudante Higor Natan Borges na porta do prédio em que ele morava no bairro dos Bancários em João Pessoa, aconteceu nesta segunda-feira (2) no 2º Tribunal do Júri, no Fórum Criminal de João Pessoa. O crime aconteceu no dia 7 de outubro de 2014, no bairro dos Bancários. A mãe da vítima presenciou o assassinato.

Quatro testemunhas de defesa e outras quatro de acusação prestaram depoimento, entre elas os pais e ex-namorada da vítima. O réu também foi ouvido durante a audiência.

Em seu depoimento, a ex-namorada da vítima confirmou que teve um relacionamento de quatro anos com Higor e que, durante esse período, eles chegaram a terminar o namoro e ela acabou se relacionando com Rafael. A investigação da polícia indicou que a morte pode ter sido motivada pelo triângulo amoroso.

Rafael Nunes foi o último a ser interrogado pelo Ministério Público e pela juíza. Ele negou envolvimento com o crime e disse que estava em casa no dia do crime.

Com isso, a defesa tem um novo prazo de cinco dias para apresentar as alegações finais e, só depois disso, a juíza vai decidir se revoga ou mantém a prisão preventiva do acusado e se ele realmente vai ou não a júri popular.

Relacionadas

Destaques 6839942668594482520

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item