Em quatro meses, 17 pessoas morrem vítimas de câncer de pele na PB


O Dia Mundial do Melanoma é comemorado hoje e serve, principalmente, como alerta sobre os perigos do câncer de pele. Na Paraíba, 17 pessoas morreram este ano por causa do melanoma maligno da pele (câncer de pele mais agressivo) ou outra neoplasia maligna da pele. Em 2014, a quantidade de óbitos pelas mesmas causas foi de 84 pessoas. Os dados são do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) do Datasus. Especialista recomenda visitas regulares ao dermatologista.
O câncer de pele é o mais frequente no Brasil e corresponde a 25% de todos os tumores malignos registrados no país. O melanoma maligno caracteriza-se pelo crescimento descontrolado das células produtoras de pigmento da pele, a melanina, e, apesar de representar apenas 4% das neoplasias malignas no órgão, tem alta possibilidade de metástase e elevado índice de letalidade.
De acordo com projeções do Instituto Nacional de Câncer (Inca) referentes a 2014, mas que valem para dois anos, este ano 60 paraibanos – sendo 40 homens e 20 mulheres – podem ser diagnosticados com o melanoma maligno. Já o câncer de pele não melanoma, segundo o Inca, poderá acometer 2.070 paraibanos, totalizando uma projeção de 2.130 casos de câncer de pele no Estado este ano.

Relacionadas

Destaques 5612722552190910869

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item