Acusados de crime contra mulheres serão duplamente indiciados por roubo, estupro e homicídio em JP

Ivar (esquerda) e Leonardo (direita) foram presos pela Policia Civil de João Pessoa
Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira (30), na Central de Polícia da Paraíba, a Polícia Civil prestou informações acerca da elucidação do crime de roubo e assassinato cometidos contra duas mulheres e uma criança de nove meses, abordados pelos acusados Ivar Pedro Silva e Leonardo José, na Praça da Paz nos Bancários, em João Pessoa. 

Durante a coletiva, o secretário de Segurança Pública Cláudio Lima disse que o momento era importante para apresentar o resultado operação que acontece desde o último dia 20. "Essa monstruosidade fez com que mais de trinta policiais se envolvessem nessa operação e não descansaram enquanto não prenderam esses criminosos. O acusado Ivar Pedro, já tinha um extensa ficha criminal, inclusive delitos cometidos em estados vizinhos como Pernambuco e Bahia", disse o secretário. 

A delegada titular da Delegacia de Roubos e Furtos Roberta Neiva, afirmou que a vítima Caroline Teles, mãe do bebê José Lucas, estava conversando com a amiga Glória da Silva na frente de seu veículo quando os bandidos surgiram. Na intenção de roubar o carro das vítimas, eles acabaram obrigando os três a adentrarem no veículo em direção à cidade de Goiana, em Pernambuco. 

"Num primeiro momento eles queriam apenas roubar o veículo, mas durante o percusso eles se desentenderam, Leonardo, vulgo "Leo", queria o carro, mas Ivar decidiu levar as mulheres. As vítimas imploraram para descer do carro com a criança, e a vítima sobrevivente, Caroline, ainda chegou a amamentar o filho presa na mala do veículo. O bebê foi deixado dentro da mata, e Ivar amarrou as vítimas com as próprias roupas e passou com o carro em cima delas", disse a delegada. 

"Caroline ficou todo tempo amarrada durante a madrugada ouvindo os gritos da amiga Glória, que veio a falecer devido aos traumas sofridos. Ao amanhecer, Caroline tentou se levantar para chegar até a BR-101 e pedir socorro, foi o choro da criança que despertou a atenção de pessoas no local e possibilitou o resgate".

O delegado titular de Crimes Contra o Patrimônio, Walter Brandão, contou ainda que a dupla havia se encontrado num bar no Cidade Verde, em Mangabeira, de onde decidiram sair para assaltar veículos pela cidade. 

"O Ivar, tinha domicílios em Caaporã, Itambé, Pedras de Fogo e outros municípios, o que dificultou sua localização. Até que no domingo repassado, Léo foi preso e confessou sua participação no crime, além de atribuir autoria ao Ivar. Diante de todo contexto probatório não resta dúvida que o Ivar foi autor tanto no roubo quanto no homicídio, enquanto que o Leonardo teve participação no crime", afirmou Walter. 

Segundo Felipe Ribeiro, delegado titular da 9ª DD, Leonardo será indiciado por roubo duplamente majorado por roubo, enquanto que Ivar será indiciado por roubo, duplo estupro consumado e dupla tentativa de homicídio duplamente qualificado e pelo homicídio consumado.

Relacionadas

Destaques 5625934507442884847

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item