Moradores dos Bancários pedem Paz em caminhada; suspeitos de estupro ainda não foram localizados

 
Cinco dias após o caso que chocou a população de dois estados (Paraíba e Pernambuco), em especial moradores do bairro dos Bancários em João Pessoa, uma manifestação pedindo mais segurança e paz no bairro e em toda cidade, será realizada. Os suspeitos do crime de rapto, estupro e morte de uma mulher de 42 anos, e do espancamento e estupro de outra de 31 anos, ainda não foram localizados, apesar de três delegados, somente na Paraíba estarem trabalhando no caso. 

A partir das 17h, moradores dos Bancários e de outros bairros, se concentram na Praça da Paz e saem em caminhada pelas principais ruas da cidade com destino ao local conhecido como as três ruas, nas proximidades da Igreja Católica. A organização pede que todos vistam branco e chama a atenção para de violência no bairro e em toda cidade. 

Estopim Roubos, assaltos, homicídios, arrombamentos, sequestros relâmpagos. Todos esses crimes tem sido praticados no bairro dos Bancários com certa frequência, mas o caso que culminou a organização do manifesto foi o rapto, espancamento e estupro de duas mulheres, Gloria Da Silva, 42 anos, e Caroline Teles, 31 anos e ainda o filho de Caroline de apenas 9 meses, ocorrido no último sábado.

Relacionadas

Zona Sul 3636930801883901221

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item