Associação de moradores dos Bancários emite nota contra demolição de sua sede pela Seinfra

Associação dos Moradores da Comunidade Bancária e Universitária foi destruida
(Foto: Ênio Carvalho)
Nesta terça-feira (07), a Associação dos Moradores da Comunidade Bancária e Universitária - AMCBU emitiu nota de repúdio contra demolição da entidade praticada ontem pela Secretaria Municipal de Infraestrutura. Agentes da Seinfra destruiram o prédio da associação, situada próximo à Praça da Paz. O local foi autorizado pela sua diretoria para a instalação de um Distrito Integrado de Segurança Pública (Disp). Confira nota na íntegra

NOTA DE REPÚDIO 

A Associação dos Moradores do bairro dos bancários - AMCBU, a Paróquia Menino Jesus de Praga, o Rotary Club João Pessoa Bancários, o Conselho de Segurança Comunitário dos Bancários, a igreja Batista dos bancários, o grupo Movimento pela Paz, organizadores da Caminhada pela Paz, vem a público repudiar à agressão praticada contra a AMCBU na manhã desta segunda-feira (06/07) pela Secretaria de Infraestrutura da Prefeitura Municipal de Joao Pessoa, que sem notificação prévia, arrombou os cadeados e derrubou parte do prédio ocupado há 35 anos pela associação e que tinha sido cedido pela sua diretoria para a construção do Distrito Integrado de Segurança Pública e Unidade de Polícia Solidária, conforme ata em anexo assinada por toda a diretoria da AMCBU, por representantes do bairro, a exemplo do vereador Djanilson da Fonseca e pelo Secretário Municipal de Segurança Pública Geraldo Amorim. 

A comunidade dos bancários demonstrou, através da grande mobilização realizada em 27 de junho de 2015 com a Caminhada pela Paz, que elegeu a implantação do DISP e da UPS como primordiais para a Segurança Pública no bairro e o espaço público da AMCBU em frente à Praça da Paz foi cedido pela associação para tal fim.

A Prefeitura de forma unilateral entendeu que um posto da guarda municipal teria maior utilidade para a comunidade do que os citados instrumentos de segurança, no que discordamos por entendermos que hoje diversos guardas municipais estão diariamente de plantão na Praça da Paz e não coíbem a pratica dos crimes pela falta do poder de polícia e também por atuarem desarmados. 

Exigimos do Senhor Prefeito Municipal de João Pessoa, eleito pelo povo desta cidade, respeito aos moradores dos bancários, através da sua Associação representativa com diretoria democraticamente eleita pelos moradores, que não pode ser violentada de forma truculenta em seu patrimônio, cedido há 35 anos pelo poder público e respeitada por todas as gestões que o antecederam, para de forma ditatorial decidir o que é melhor para a comunidade. 

Por fim convocamos o povo dos bancários para nesta quarta-feira as 19:30 hs na Praça da Paz, em frente à Associação dos Moradores dos Bancários, realizarmos um ato público em desagravo a agressão sofrida pela associação dos Moradores e para a realização de uma votação onde a comunidade deve opinar pela implantação no local de um DISP/UPS ou de um posto da Guarda Municipal.

Relacionadas

Destaques 895354141612334852

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item