Motoristas de ônibus de João Pessoa aceitam proposta e desistem de greve


Os motoristas, cobradores e outros profissionais do transporte coletivo urbano de João Pessoa aceitaram a proposta de 10% de reajuste salarial dos empresários e desistiram da greve que  estava programada para começar à meia-noite desta terça-feira (7). A categoria pedia 12% de aumento, mas preferiu aceitar a oferta do Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos Urbanos da capital (Sintur-JP) por unanimidade durante assembleia nesta terça.

Além do reajuste nos salários, também ficou acordado um reajuste no vale alimentação. Como a data base da categoria é 1º de julho, o reajuste será aplicado de forma retroativa.

Com o reajuste, o salário dos motoristas vai passar de R$ 1.650 para R$ 1.815, o mesmo valor dos salários de despachante e mecânico/montador, enquanto o de cobrador subiu de R$ 876 para R$ 963. Com o acordo, sobe também o valor do vale alimentação.

“O consenso evitou a deflagração de uma greve da categoria que ameaçava paralisar as atividades e prejudicar a população. Acordamos um ganho real de 2% acima da inflação, além de acatarmos as demais cláusulas do acordo, deixando de fora apenas a de pagamento do plano de saúde, que assim mesmo ainda tem o beneficio de ser coletivo e, portanto, bem mais acessível no preço”, afirmou o presidente do Sintur-JP, empresário Alberto Pereira.

Relacionadas

Destaques 539196991465407763

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item