Músico da banda Bereguedê é agredido em casamento e sofre hemorragia, em JP

Marcelo Júnior
O percussionista Marcelo Júnio da banda paraibana Bereguedê foi agredido em um casamento por convidados da festa antes de iniciar um show. Segundo José Everaldo, empresário do grupo, ele foi internado e, até a noite desta terça-feira (8), seguia em estado regular, com hemorragia no crânio. O caso ocorreu na madrugada do sábado (5) para o domingo (6), em uma casa de recepções localizada no bairro Aeroclube, Zona Leste de João Pessoa. 

“Tínhamos acabado de tocar em outro local, em um aniversário de 15 anos. Chegamos à casa de recepções por volta das 3h da manhã e seríamos a segunda banda a tocar no casamento. Quando estávamos montando o equipamento, um convidado da festa invadiu o palco e foi em direção ao percussionista”, contou Everaldo. 

De acordo com o empresário, ao interagir com o músico, o homem suspeito da agressão falou algo que a vítima não compreendeu bem. “Foi tudo muito rápido. Quando vimos, já estavam em luta corporal”, explicou, informando que o fato ocorreu diante de todos os presentes à festa e que os envolvidos na confusão foram logo separados. 

O show, obviamente, foi cancelado. O músico foi socorrido para um hospital particular da Capital e os demais membros da banda seguiram para o Distrito Integrado de Segurança Pública de Manaíra, onde prestaram um Boletim de Ocorrência. A banda Bereguedê divulgou uma nota nas redes sociais repudiando o acontecido e dizendo que jamais teria ocorrido fato semelhante de violência e desrespeito aos presentes nos 16 anos de existência do grupo.

Relacionadas

Destaques 2996342326464894107

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item