Trabalhadores dos Correios podem entrar em greve devido à falta de segurança


Os constantes assaltos e registros de casos de violência contra agências dos Correios no estado da Paraíba fez os trabalhadores em Correios e Telégrafos manterem estado de greve com a possibilidade de deflagrar um movimento grevista já na próxima semana, quinta-feira (14), quando haverá assembleia da categoria.
O caso do gerente da agência de Juarez Távora, que foi mantido refém por três dias por assaltantes, mobilizou ainda mais a categoria. De acordo com o secretário do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos na Paraíba (SINTECT), Evandro Tavares, “isso fez com que a turma acordasse”. Ele ainda relata que “arrombamento acontece praticamente todo dia levando funcionários também, mas leva e lá na frente solta”, o que preocupa a todos devido ao risco iminente.
De acordo com levantamento do SINTECT, somente em 2016 já foram registrados 26 assaltos em agências da Paraíba. “As agências estão trabalhando com medo”, relata Tavares. Tavares informou também que há agências fechadas no estado devido a danos provocados por arrombamentos, como a de São José do Seridó e a de Cabaceiras.
Nesta terça-feira (05) foi realizada assembleia da categoria que decidiu manter o estado de greve. Na quinta-feira (14), haverá outra assembleia que pode decidir pela deflagração de greve já no dia 15. Os trabalhadores reivindicam que sejam feitos mais investimentos na segurança das agências, como instalação de portas giratórias, por exemplo.

Relacionadas

Destaques 8680084334798672783

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item