Sistema de rádio digital na polícia vai acabar com interceptações na comunicação


O processo de instalação do sistema de comunicação da Segurança Pública na Paraíba começará na próxima segunda-feira (24). De acordo com o secretário de Segurança Pública, Cláudio Lima, em até um ano o sistema deverá estar presente em todo o estado.
“Esse trabalho vem corrigir muitas falhas” destaca o secretário. Cláudio Lima confirma que há indícios de interceptações no sistema de rádio antigo e que “desde 2011 nós identificamos várias deficiências, por isso que eu falo que é uma medida estruturante do governo”.
O novo sistema deverá integrar a Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Sistema Prisional, Detran, além de deixar abertas outras possibilidades de integração. Para comandante-geral da Polícia Militar da Paraíba (PMPB), coronel Euller de Assis Chaves, essa unidade é muito importante para todos que fazem Segurança Pública, além de possibilitar o despacho mais rápido das chamadas de emergência do cidadão.
Segundo o secretário de Segurança Pública, essa se trata de “uma medida estruturante que vai modernizar a segurança pública a partir do Centro Integrado de Operações, o CIOP, que também será ampliado”. “Dá uma segurança muito maior para a atividade policial e a gente espera transformar isso em eficiência e rapidez para o cidadão”, acrescentou o secretário Cláudio Lima.
O presidente da Motorola Solutions, Elton Borgonovo esteve presente na assinatura do contrato e destacou o sistema de última geração que está sendo contratado. De acordo com ele, o sistema “vai permitir uma comunicação muito mais clara, muito mais segura para as forças de segurança pública do estado”.
O investimento na nova tecnologia está sendo feito com recursos em torno de R$ 33 milhões. Atualmente o sistema utilizado para a comunicação é analógico. “Com a implementação desse sistema com criptografia, somente quem pode estar ouvindo essa rede vai estar tendo acesso a ela”, ressaltou Elton Borgonovo.
O sistema TETRA vai ter inicialmente 40 sítios de repetição para levar sinal claro e com alta disponibilidade para todas as forças de segurança. O contrato também prevê a entrega de aproximadamente 5.600 rádios, sendo 4 mil portáteis, 1.300 móveis e 322 fixos, com capacidade de expansão.

Relacionadas

Destaques 2893735203101175488

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item