Brasil vence o Peru e chega a sexta vitória consecutiva no comando de Tite


O ano não poderia terminar melhor para uma Seleção que foi tão humilhada em 2016. Sexto colocado nas Eliminatórias para a Copa por cinco meses, de março a agosto, eliminado da Copa América Centenária dos Estados Unidos na fase de grupos e obrigada a trocar Dunga por Tite para recomeçar um trabalho, o Brasil fechou a temporada na madrugada desta quarta-feira com uma vitória por 2 x 0 sobre o Peru, no Estádio Nacional, em Lima, e praticamente carimbou o passaporte para o Mundial da Rússia-2018.
O Brasil vai começar 2017 como líder disparado das Eliminatórias com 27 pontos, quatro à frente do Uruguai, segundo colocado com 23. Posicionada na zona de repescagem, a Argentina soma 19, ou seja, oito pontos atrás da Seleção. Graças aos gols de Gabriel Jesus e de Renato Augusto, Tite manteve 100% de aproveitamento — seis vitórias em jogos oficiais. Com isso, igualou o recorde do técnico João Saldanha. Nas Eliminatórias para a Copa de 1970, as feras do Saldanha também venceram seis partidas consecutivas. Sob o comando de Tite, o Brasil fez 17 gols e sofreu apenas um, contra, de Marquinhos, na vitória por 2 x 1 sobre a Colômbia, em Manaus.
Jogo
O primeiro tempo começou elétrico. Aos sete minutos, Cueva e Carrillo tabelaram nas costas do lateral-direito Daniel Alves. Carrillo invadiu a área e chutou cruzado, acertando o rodapé da trave esquerda do goleiro Alisson. O Brasil deu o troco em um contra-ataque em alta velocidade puxado por Neymar. O camisa 10 cruzou para o volante Paulinho encher o pé e ver o goleiro Galese evitar o primeiro gol verde-amarelo.
As chances só voltaram a aparecer depois dos 30 minutos. Corzo avançou pela direita e cruzou para Polo finalizar fraco. Alisson encaixou a bola. A Seleção assustou em uma cobrança de escanteio para dentro da área. O capitão Fernandinho surgiu sozinho, dentro da pequena área, cabeceou para o chão e deu o azar de a bola subir demais.
O início do segundo tempo repetiu o panorama do primeiro. Pilhado, o Peru acelerou o jogo. Corzo ganhou a bola de Filipe Luís na esquerda e cruzou para a área. Guerrero conseguiu finalizar, mas Alisson estava atento. Neymar tentou responder com um chute tão fraco quanto o do centroavante peruano, de fácil defesa para Gallese. Fernandinho também assustou em outra cobrança de escanteio e cabeceou para fora.
Tranquilo até demais na casa alheia, o Brasil passou a dominar a partida. Era questão de tempo para abrir o placar. Depois de uma sobra de bola em um lance individual de Philippe Coutinho, Gabriel Jesus encheu o pé para fazer 1 x 0. O Peru tentou empatar em uma finalização de Paolo Guerrero, mas o contra-ataque verde-amarelo foi letal. Neymar acertou o travessão em um chute de fora da área. Depois, Gabriel Jesus serviu Renato Augusto. Com a frieza de quem evoluiu muito no futebol alemão antes de voltar ao Brasil e depois seguir para a China, o meia chutou cruzado, sem defesa para o goleiro Gallese. Daí em diante foi só administrar a vitória.

Relacionadas

Esportes 5033398941200081555

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item