Prefeito de João Pessoa anuncia congelamento do próprio salário


Os salários do prefeito e dos secretários municipais de João Pessoa foram congelados pelos próximos quatro anos, anunciou o prefeito reeleito Luciano Cartaxo (PSD) nesta quarta-feira (9). A medida também inclui os salários do vice-prefeito, secretários adjuntos e superintendentes. Cartaxo justificou a medida com a crise econômica. 

Atualmente, o salário do prefeito de João Pessoa, vigente desde 2012, é de R$ 22 mil; o do vice, R$ 18 mil; os dos secretários, R$ 15 mil; e os adjuntos, R$ 12 mil. De acordo com a medida, esses valores seguem valendo até o fim da próxima gestão. 

Com a manutenção dos salários do executivo, os vereadores ficam impedidos de reajustar os próprios salários também, se mantendo em R$ 15 mil. Cartaxo explica que vinha pensando no congelamento há vários meses e essa decisão teria que ser tomada agora, já que a Câmara Municipal tem até o fim do ano para aprovar os valores para o período de janeiro de 2017 até dezembro de 2020. 

“Adotamos medidas para enxugar as contas em 2014 e em 2015 porque a máquina pública precisava funcionar de forma a não deixar que as obras fossem paralisadas. É uma decisão que a gente já vinha pensando desde que percebemos a instalação da crise no país. Percebemos que é importante manter o equilíbrio financeiro no município e decidimos isso. Também resolvemos antecipar essa medida porque ela tem que ser tomada até dezembro e votada na Câmara”, disse.

Relacionadas

Política 2342799597748273100

Anúncio

Anúncio

Curta!

Vídeo lançamento do Portal da Zona Sul

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga!

item